O que você precisa fazer para enriquecer

by Fabricio Stefani Peruzzo on 03/08/2011

Acabo de ler um post curtinho, mas muito interessante do Diego Nolde, no site Jovens Investidores. Lá, ele fala da velha regra dos 10%. A parte mais relevante é a seguinte:

Acredito que o principal erro da maioria das pessoas seja o de não entender qual o objetivo desses 10%. Devem ser investidos para NUNCA gastar. É isso mesmo, NUNCA. A maior parte das pessoas começa a juntar dinheiro e, assim que acumula um valor considerável, compra um carro ou um apartamento para morar, faz uma viagem ou qualquer outra coisa do tipo. Porém a idéia desse dinheiro é investir bem e por tempo o bastante para que ele comece a gerar uma receita! Essa receita sim você pode gastar o quanto quiser! Essa receita é a que te dará a tal “independência financeira”.

E é isso que quero ressaltar aqui. Para ser considerado rico, o que você precisa ter é PATRIMÔNIO! E formar patrimônio significa acumular, seja capital, sejam bens que valorizem com o tempo, sejam artigos colecionáveis, sejam moedinhas de ouro para tomar banho como o Tio Patinhas.

Valorização e rendimentos constantes.

No início da formação do seu patrimônio, outra coisa muito importante, é escolher veículos de investimento que tragam retorno regular, mas mais importante do que a escolha destes “retornos regulares”, é que tais rendimentos sejam MANTIDOS junto do bolo principal, REINVESTIDOS para manter o patrimônio crescendo em velocidade acelerada. Ou como diz O Homem Mais Rico da Babilônia: “não mate os filhos de seus escravos dourados”. Aproveitando o ensejo, se ainda não leu, compre AGORA, O Homem Mais Rico da Babilônia.

Desta maneira, se você decide investir em imóveis, use os aluguéis recebidos na compra de novas propriedades, ou para pagar os consórcios que você usará para aquisição de mais imóveis. Use e abuse da alavancagem proporcionada pelos veículos de investimento, mas faça isso de forma consciente, para o tiro não sair pela culatra. Ainda no exemplo dos consórcios, se você depende de receber aluguéis para pagar as prestações de um consórcio, antes de fazer uma nova carta, forme uma pequena reserva que garanta alguns meses de pagamento para o caso de ficar com o imóvel sem alugar durante algum tempo.

Apenas UM investimento.

Deixa eu explicitar mais uma coisa. Escolha UM investimento e se abrace a ele por tempo suficiente para que se torne relevante. Um dos maiores erros que vejo sendo cometidos diariamente por investidores iniciantes é estar sempre atrás “do melhor investimento”, perdendo seus rendimentos anteriores em busca de um percentual momentâneo a mais. Escolha o tipo de investimento que mais ressoe com seu perfil pessoal e pare de procurar sarna para se coçar. A hora de diversificar não é quando você tem pouco, é quando já tem o suficiente para dividir em várias cestas. Use a analogia do supermercado, você não carrega uma maçã e uma laranja em sacolas distintas, se só tem isso para carregar. Você só pega duas sacolas se tiver dúzias de maçãs e laranjas para carregar.

Minha escolha pessoal.

Quem já me conhece a mais tempo e sabe da minha história pessoal de investimentos sabe como eu invisto e provavelmente já é meu parceiro de investimentos de uma forma ou de outra, mas se você está lendo um texto meu pela primeira vez e tem interesse em saber como eu atingi a minha independência financeira em tempo recorde, leia minhas orientações nos sites http://www.investimentoemimovel.com.br e http://www.investimentoemconsorcio.com.br. Tendo curiosidade em me conhecer melhor e ler textos mais focados em crescimento pessoal ou o que penso das coisas que me interessam, costumo escrever com regularidade no meu site pessoal, Peruzzo.Org.

{ 6 comments }

Aline Zwierzinski 05/08/2011 às 06:46

Seria muito te pedir para escrever um texto sobre atual situacao dos Estados Unidos,o que esperar,onde é possivel ganhar com isso etc? Fica a sugestao; abraços.

Fabricio Stefani Peruzzo 05/08/2011 às 21:51

Oi Aline,

E assim temos um post. Estava escrevendo tudo como comentário para tua questão, mas a coisa foi ficando cada vez maior e acho que então vou só copiar e colar no Moeda Corrente como um post novo. O artigo está aqui: Oportunidades de investimento nos EUA.

Silas 08/08/2011 às 10:17

Peruzzo, obrigado pelo post totalmente oportuno, fiz exatamente o q nao foi recomendado: juntei grana, e quando cheguei a uma quantia considerável comprei um carro e agora to de volta à corrida dos ratos! A partir de agora vou tentar renovar os votos feitos desde a leitura do HMRB!

Meu email está cadastrado no seu blog e sempre recebo seus textos.

Obrigado!

Silas.

André Matter 05/09/2011 às 19:00

Daí Fabrício!

Legal a postagem… Eu tenho pensado exatamente nesta linha! Além do mais, eu estou seguindo o conselho que tu me deu no último encontro e entrei e um consórcio imobiliário. Não foi pela Rodobens por que a empresa que eu trabalho tem um grupo apenas para funcionários, então pra mim este era mais vantajoso. Estou focando, e em breve eu chego lá!!

Abração!

Fabricio Stefani Peruzzo 05/09/2011 às 20:26

Oi André,

Posso apostar que tu viste uma taxa de administração mais baixa, por entrar em um grupo fechado para funcionários, e deixou de analisar todos os outros fatores, muito mais relevantes ao usar um consórcio como investimento. Infelizmente, só verás as limitações do plano que fizeste quando for muito tarde, quando quiser usar, e não tiver a flexibilidade necessária para lucrar ao máximo.

adriano 18/09/2011 às 21:50

ola, li pela primeira vez suas dicas no site . parabens

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: